quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Resenha do livro - A Última Música

Imagem tirada da internet
Título: A Última Música
Autor (a): Nicholas Sparks
Número de páginas: 400
Editora: Novo Conceito
Nota: 


Sinopse: Aos 17 anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virar de cabeça para baixo quando seus pais se divorciam e seu pai decide se mudar para a praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que Ronnie e seu irmão iriam passar as férias de verão com o pai na Carolina do Norte. 
Ele, por sua vez, ex-pianista, vive tranquilamente na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será peça central da igreja local. 
Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de reaproximação do pai e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda, apaixona-se profundamente por ele, abrindo-se aos poucos para uma experiência que lhe proporcionará imensa felicidade e dor, jamais sentidas.
Uma história inesquecível que nos fala sobre várias dimensões do amor: o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão. A última música demonstra, como só Nicholas Sparks consegue, como o amor é capaz de partir e curar o coração.


Minha opinião: A última música. O que dizer desse livro que li várias vezes e considero pakas? Esse livro me fez admirar ainda mais esse autor, foi como a prova que eu precisava para dar à ele o troféu de melhor autor de romance de todos os tempos. Já havia lido vários outros romances dele, como "Um amor para recordar", "Diários de uma paixão", "Querido John"... Mas esse livro, me chamou ainda mais a atenção e me prendeu de uma maneira que eu não achei possível, ainda mais por se tratar de um autor homem. Ele não deixa nada a desejar em seus romances, nada mesmo, desde sua escrita, até o desenrolar da história. TUDO. 
Nesse livro, podemos conhecer Ronnie, uma adolescente de 17 anos, que é uma rebelde, mas isso somente depois que seu pai "deixou" sua família para ir morar em uma casa na praia. O pai de Ronnie era músico, vivia de um lado para o outro fazendo shows, e isso despertou em Ronnie o dom da música, ela acaba se apaixonando por um piano. Muito talentosa por sinal. 
Após algum tempo, a mãe de Ronnie decide que é melhor para ela e o irmão irem passar as férias de verão com o pai. Lá Ronnie demonstra ainda mais seu temperamento rebelde com o pai, ameaçando voltar para a casa da mãe a todo momento, já o irmão mais novo acaba AMANDO ficar com o pai, nessa parte lembra um pouco 'Se eu ficar', Ronnie assim como Mia, se sente um peixe fora d'água n família, e as duas tem os irmãos mais novos que são umas fofuras. 
E como em todo romance que se preze, Ronnie acaba se apaixonado por Will, o garoto mais popular da cidade, eles acabam tendo uma história de amor linda, e Ronnie não para de pensar que aquilo é somente um amor de verão, mas o que ela não sabe é que esse amor de verão acaba mudando a vida dela por completo. 
E também, como em todo romance de Nicholas Sparks, há uma tragédia que reúne todos os personagens da história. 

ATENÇÃO! SPOILERS!
Ronnie descobre que o pai tem câncer, mas o câncer dele já está avançado, ou seja, ele não pode ser curado e tem pouco tempo de vida, por isso pediu à mãe de Ronnie que deixasse os filhos passarem o verão com ele, pois assim ele poderia desfrutar de seu último verão com os filhos. Após descobrir isso Ronnie fica ainda com mais raiva do pai, pensando que ele apenas a mandou para lá para vê-lo sofrer, mas depois acaba perdoando o pai e percebe que o amor dela é tudo o que importa para ele nesse momento. Ronnie que há muito tempo havia largado o piano, deixando sua paixão adormecida desde que o pai foi embora de casa, acaba voltando às origens e junto com o pai escreve uma última música. 
Outros acontecimentos acabam marcando o verão de Ronnie, como o incêndio à capela da cidade, para a qual, o pai de Ronnie estava montando um vitral novo junto com o irmão dela Jonah. 


Considerações finais: De um modo geral, novamente amei mais um livro de Nicholas Sparks, não tem como não amar os livros dele, embora muitas pessoas digam que ele é meio repetitivo em seus livros, o que eu não discordo muito, mas acho que cada livro tem uma história única, mesmo contendo alguns detalhes que estejam presentes nas demais obras do autor. Minha nota para esse livro é de 5 (numa escala de 0 a 5). 

Por: Amanda B. Grippa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós conte a sua opinião sobre o assunto :)