quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Resenha do livro - Harry Potter e o Cálice de Fogo

Imagem tirada da internet
Título: Harry Potter e o Cálice de Fogo
Autor (a): J. K. Rowling
Número de páginas: 584
Editora: Rocco
Nota: 

Sinopse: É tempo de férias de verão e, certa noite, em seu quarto na rua dos Alfeneiros nº4, Harry Potter acorda com a cicatriz ardendo intensamente. Teve um sonho estranho, sobre o qual não conseguiu parar de pensar, intrigado, até receber aquele convite dos Weasley, para assistir, nada mais nada menos, à Copa Mundial de Quadribol. 
Não foi fácil convencer seu tio válter a deixá-lo passar o resto das férias na casa da família Weasley, mas ultrapassada esta barreira, Harry começa a vibrar com todas as emoções que envolvem um jogo internacional de quadribol. A magia acontece... e é real todo o deslumbramento de nosso bruxinho órfão diante das extraordinárias equipes de atletas irlandeses e búlgaros, que se confrontam numa emocionante partida. No entanto, uma coisa terrível acontece e lança uma sombra sobre tudo e, principalmente, sobre Harry Potter.
O recomeço de mais um ano letivo vem amenizar os temores de Harry, que compartilha com os melhores amigos, Rony Weasley e Hermione Granger, todas as aventuras emocionantes que continuam a acontecer na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Também neste quarto ano, acontecimentos inesperados - como, por exemplo, a presenã de um novo professor de Defesa Contra a Arte das Trevas e um evento extraordinário promovido na escola - alvoroçamos ânimos dos estudantes. Outras escolas de magia se apresentam e alguns de seus alunos, ao lado de veteranos de Hogwarts, liderados pelo sábio Prof. Dumbledore, terão de demonstrar todas as habilidades mágicas - e não mágicas - que vêm adquirindo ao longo de suas vidas. Estarão eles preparados para tudo que lhes está reservado? Seu desempenho será satisfatório para que nada de grave lhes aconteça? 
Uma nova aventura de Harry Potter, criada pela genial J. K. Rowling.


Capa edição limitada de colecionador
Minha opinião: Quarto volume da série do bruxinho mais querido do mundo inteiro! Esse livro que deu origem ao meu filme preferido de Harry Potter, não sei porque, mas eu tenho um amor e um carinho muito grande por esse livro em especial. Acho que é porque me remete aos tempos de escola onde haviam gincanas entre escolas e eu participava e eu me lembro disso nesse livro, só que óbvio que aqui o bicho pega de verdade. 
Mas enfim... esse volume nos trás Harry voltando para a escola depois de um acontecimento mágico, ele foi ao final da Copa Mundial de Quadribol e no fim do evento, os Comensais da Morte (seguidores de Lord Voldemort) acabam fazendo algumas "brincadeiras" com os trouxas donos do lugar. E numa dessas a Marca Negra é lançada e todo mundo fica de cabelo em pé. 
Quando ele chega na escola ele descobre que haverá um evento entre escolas, as escolas participantes chegam, é aquela comemoração, aquela coisa de "nossa senhora existem outras escolas de magia e bruxaria além de Hogwarts!" Sim meu caro, existem e muitas! Uma delas no Brasil inclusive, dito pela própria J. K. Rowling em um dos livros, ao qual eu não me recordo bem. 
Nesse evento então, participarão 3 representantes de cada escola, sendo maiores de idade (17 anos no livro). Esses representantes serão escolhidos pelo Cálice de Fogo, pra se inscrever você tem que escrever seu nome em um pedaço de pergaminho, junto com o nome da sua escola, depositar no Cálice e torcer os dedos pra dar certo. 
Só que depois de escolher os 3 campeões o Cálice acaba escolhendo mais um nome, e adivinhem de quem é? Do meu, do seu, do nosso Harry Potter! 
Agora ele tem que se virar pra conseguir passar pelas 3 tarefas vivo! Olha que maravilha. Mas uma coisa que me chamou a atenção nesse livro não foi o fato de Harry ter que se virar sozinho nessa não, mas foi uma coisa que eu esperava, na verdade eu queria que acontecesse... Rony finalmente fez aquilo que eu já esperava e queria que ele fizesse, afinal, ele apesar de bruxo, é um ser humano!
Rony acaba ficando com "ciúmes" de Harry, por ele ser sempre o escolhido e ficar sempre sendo o "melhor" em tudo o que faz, como se já não bastasse toda a fama que ele já tem. Eu no lugar de Rony acho que me sentira da mesma forma, não sei, sempre a mesma pessoa ganha toda a glória, mesmo Harry não querendo isso pra ele. 

Considerações finais: Não posso contar muito mais sobre o livro pra não soltar spoilers! Mas esse é praticamente o início do fim, pode se dizer. Mas novamente J. K nos mostrou pra que veio ao mundo. Pra poder nos dar um presente lindo como essa obra maravilhosa. Minha nota não poderia ser outra pra esse livro se não a nota 5, numa escala de 0 a 5. Sem comentários. 
Já quanto ao filme, uma das piores adaptações para o cinema. Esperava um pouco mais. 

Por: Amanda B. Grippa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós conte a sua opinião sobre o assunto :)