segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Resenha do livro - Harry Potter e a Pedra Filosofal

Capa original do livro.
Título: Harry Potter e a Pedra Filosofal
Autor (a): J. K. Rowling
Número de páginas: 224
Editora: Rocco
Nota:

Sinopse:  Um bebê é deixado à porta da família Dursley, com uma carta que explica quem ele é e quais os mistérios que envolvem sua sobrevivência, após um duelo no qual seus pais morreram.
Onze anos mais tarde, Harry Potter recebe o melhor presente de aniversário: descobre que é um bruxo e como tal deve ser educado.
Conduzido por Rubeo Hagrid, o doce e atrapalhado gigante ruivo, Harry inicia sua trajetória no cotidiano da magia. Na escola de bruxaria de Hogwarts, sob a direção do sábio professor Alvo Dumbledore, ele aprende a fazer poções, feitiços, a transformar coisas, e a pilotar uma vassoura. Enfrenta as dificuldades normais de um principiante e alguns obstáculos a mais lhe são impingidos por sua fama.


Capa edição limitada colecionador.
Minha opinião: Primeiro livro da série que mudou o mundo e que fez milhares de pessoas no mundo todo mudarem seus modos de verem bruxos e bruxas. Nem sei o que dizer muito desse livro, pois ele é simplesmente perfeito.
Lembrando que quem ainda não leu os livros, Harry Potter, foi escrito para CRIANÇAS! Sim, isso mesmo. Harry Potter apesar de ser o que é hoje, inicialmente foi escrito para crianças, ainda mais especifico para meninos! Por ser um livro mais puxado para ação, aventura e misticismo... O publico alvo inicial do livro eram meninos. Porém, Harry Potter extrapolou totalmente todos os limites imagináveis e inimagináveis.
Vamos falar do livro um pouquinho, nesse livro é onde tudo começa, temos um Harry que perdeu os pais quando ainda era um bebê e foi morar com os tios "trouxas". Esses tios abominam qualquer coisa que fuja do que ELES consideram normal. E quando Harry começa a demonstrar qualquer sinal de sua natureza magica eles o castigam. Como se já não bastasse tudo o que ele sofre nas mãos dos tios e do primo Duda. 
Depois de um certo tempo Harry acaba recebendo a carta de Hogwarts, e acaba indo estudar lá, depois de várias reviravoltas e complicações. 
E uma coisa que me chamou muito a atenção nos livros de HP foi que cada livro Harry enfrenta alguma coisa diferente, no primeiro ele tem que destruir a pedra filosofal, no segundo achar a Câmara secreta e por aí vai. 
Bom, os personagens, desde o primeiro livro eu tenho um amor especial por Rony, não sei bem porque, ele sempre foi o meu personagem preferido. E meu personagem que eu mais odeio sempre foi e sempre será o Snape. Sou Potterhead, mas não idolatro o Snape, tudo bem que ele se redimiu no ultimo livro/filme, mas isso não exclui que ele tenha sido um seboso mal educado todos os outros livros! Me odeiem, mas é isso o que eu acho. Mentira, não me odeiem. 


Considerações Finais: Pra não alongar muito a resenha do livro, vou falar mais rapidamente sobre os personagens dos livros, sem sombra de dúvidas J. K. Rowling soube exatamente como fazer seus personagens terem vida própria. Hagrid tem um papel muito importante não somente nesse livro, mas em todos os outros, apesar de ser um personagem secundário. E a "mágica" do livro está na narração, que é feita em 3ª pessoa. Então não tem lacunas no livro, ao mesmo tempo que você sabe o que está acontecendo com o Harry, você sabe o que está acontecendo com os outros personagens também e eu achei isso magnífico! 
Então minha nota pra esse livro é de 5 (numa escala de 0 a 5).

Por: Amanda B. Grippa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós conte a sua opinião sobre o assunto :)