quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Resenha do Livro: Cidades das Cinzas

Cidade das CinzasTítulo: Cidades das Cinzas
Autor (a): Cassandra Clare
Número de páginas: 404
Editora: Galera
Ano: 2014
Nota:
Sinopse: Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace.
Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?
Nessa sequência de tirar o fôlego da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare atrai os leitores de volta para o lado mais obscuro do submundo de Nova York, onde amar nunca é seguro e o poder se torna a mais mortal das tentações.
Minha Opinião: CUIDADO PODE HAVER SPOILER DO LIVRO ANTERIOS A ESSE. RESENHA AQUI.
Bom depois de tudo que a Clay passou no primeiro livro dessa saga e o final extremante inesperado. E nesse segundo volume temos Clary evitando Jace por motivos óbvios. Afinal quem é que fica feliz sabendo que a pessoa por quem se esta apaixonada é mais ligada a você do que se imagina?  Tem muito mais Velentim completamente destruidor, Simom sendo fofo e muito mais.
No primeiro livro eu senti que era uma introdução a tudo que seria apresentado logo mais. Nos leitores passamos a conhecer o submundo e vida de caçadora de sombra junto com a Clary. No segundo livro podemos ver uma Clary que aceita sua condição e o mundo cheio de demônios que faz parte inegociável de sua vida.
Teve certos personagens que se destacaram incrivelmente desse ponto da historia. E para falar brevemente sobre cada um vou começar com Simon. Confesso ter terminado o primeiro livro odiando ele com todas as minhas forças, mas em Cidades das Cinzas eu me apaixonei perdidamente por esse garoto. Ele sofreu tantas reviravoltas em apenas um livro que estou realmente curiosa sobre o seu papel nos próximos livros. Ele mostrou todo o seu lado fofo e decidido. Parou de fazer corpo mole e chegou junto.
Alec e Magnos Bane tiveram uma papel muito mais ativo aqui. Magnos se tornou o feiticeiro oficial e sempre que alguém tem um ferimento mais pesado ele é chamado para dar um trato com a sua magia. E Alec se mostra como amigo para todas as horas e que mesmo não deixando de lado seu grande afeto, bota grande nisso, pelo Jace esta mais ligado a Magnos, isso daquele jeito que todo mundo sabe, mas ninguém que falar em voz alta.
Novos mistérios foram trazidos a tona e mal resolvidos, novas percepções de “poderes”. Esse livro foi uma ótima evolução do primeiro.
Só tem uma coisa da qual eu tenho um pé atrás: questão de tempo. Os dias parecem terrivelmente longos e demorados a passar. Tanta coisa acontece a autora da a entender que o espaço de tempo entre elas tenha sido de dois ou três dias. Não é falado explicitamente, mas é o que me passar. Tudo acontece em muito pouco tempo. Entendo que correr contra o tempo que é uma coisa necessária para esse tipo de historia, mas sei lá, é adrenalina de mais para uma pessoa aguentar. Bom, temos que levam em conta que não exatamente humanos e sim Nephilim.

Por: Carol Cadiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós conte a sua opinião sobre o assunto :)