segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Resenha do Livro: Italiano Espanhol

Italiano EspanholTítulo:Italiano Espanhol
Autor (a): Mary Oliveira
Número de páginas: 489
Editora: independente
Ano: 2015
Nota: 
Onde comprar: Amazon
Sinopse: Guilhermo tem o passado marcado por festas com os amigos e uma enorme coleção de revistas, que não se importavam de mostrar seu roteiro diário e a enorme diversidade de mulheres que ele saía. Um homem muito bonito, charmoso, inteligente e que tem a mulher que quer, quando quer - até que conhece a contraditória e sagaz Evangeline.
Ela é uma Diretora Executiva Americana que viaja à Barcelona, para fechar um esperado contrato com as indústrias D'Angelo. Em sua vida, o que mais importa são as instituições as quais se dedica, a empresa que dirige e sua família. Relacionamentos e se envolver com qualquer pessoa que seja, não está em seus planos. Quando conhece Guilhermo, não se incomoda de falar tudo o que acha de homens como ele e, principalmente, em não ser gentil.
Contudo, a química entre os dois é tangível. E, mesmo que a atração seja avassaladora, Evangeline manterá distância segura dele - seu passado e o futuro de suas empresas lhe impedem de dar uma chance ao espanhol.
Mas Guilhermo será condescendente à ponto de aceitar isso? Manter-se longe da mulher que, em algumas semanas, o deixou louco? Que disse temer a proximidade entre os dois sem um motivo plausível?
 ♥
Evangeline é uma mulher de pulso firme que detesta ser contrariada por um homem. Atualmente ela é sócia majoritária da empresa que era de sua mãe. Uma empresa de publicidade, em Nova Iorque. Ela consegue convencer os outros sócios a disputar um contrato com uma grande empresa de Barcelona que já possui muitas filiais, mas nenhuma em Nova Iorque.  
Ela viaja a Barcelona para uma serie de reuniões a fim de mostrar que ela como mulher tem o mesmo potencial que um homem para os negócios. Um dia antes da primeira reunião ela tem um encontro com um espanhol quente, que ela já julga como mulherengo por apenas tentar puxar um assunto no elevador do hotel. 
Ela possui um passado obscuro que é a justificativa pelas suas atitudes. 
O livro se inicia nessa viagem, quando Evy conhece Guilhermo. É um romance apimentado e com uma protagonista forte, com traços marcantes como a teimosia, a língua solta, decisão de não se deixar ser rebaixada por homem nenhum e sua sensibilidade.
Por ter um passado traumático ela procura ser forte grande parte do tempo, ser fria com medo de encontrar pessoas como as do passado. Mas isso não significa que ela seja insensível. Ela tem sua mascara para se proteger, mas seu medo se faz presente no conforto de si mesma. 
Ele em compensação não deixa de ser o que passou na primeira impressão no elevador, mulherengo. Mas ao conhecer essa americana intrépida e o aumento de suas responsabilidades na direção das empresas faz com que seu comportamento mude. Além das responsabilidades ele não consegue tirar certa americana de seus pensamentos. 
A narração é feita em primeira pessoa dividida entre ela e ele. Esse tipo de narração nãos da a visão de cada um, dos sentimentos aos desejos. Esse tipo de narração vem se tornando comum na literatura, trás mais dinamismo ao quadro geral da obra. 
A autora sabe descrever e desenvolver tanto os personagens como o enredo. Ela não se perde no meio. Muitas autoras por ai têm um começo e final, mas o meio acabam se perdendo ou enchendo linguiça, a Mary não. Tem uma linha de raciocínio corrente, direta, sem percas no meio do caminho.
O grande mistério que impulsiona o leitor é o passado da Evy. Por que ela sente medo? O aconteceu no passado que possa ter sido tão ruim? E claro o envolvimento com o presidente da empresa pela qual sua empresa firmou um contrato solido. 

Por: Carol Cadiz

19 comentários:

  1. pela premissa eu sinceramente não leria mas esse negocio de mistério sobre o passado do personagem me deixa curiosa kkkkk.

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro e confesso que mesmo você elogiando o livro e a história ele não conseguiu despertar meu interesse, então não sei se eu leria...
    Eu tenho lido vários livros que a narrativa alterna entre dois personagens e é realmente muito bom para saber o que cada um está passando e sentindo.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol, eu não conhecia o livro ainda mas confesso que fiquei super curiosa com ele! É bem do jeitinho que eu gosto e parece ter uma trama muito interessante. Não vejo a hora de lê-lo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá; essa é a primeira vez que vejo um post sobre o livro; gosto desse gênero, apesar de não ter ficado especialmente curiosa com a história, leria quando pudesse.

    ResponderExcluir
  5. Ai eu acho que a literatura tá muito cheia desses lançamentos, sei lá, queria que os autores se renovassem, trouxessem algo diferente.

    www.saotantas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ser muito bom, fiquei bastante interessado em conhecer essa história que promete altas risadas e altas cenas hots, parabéns pela resenha!

    Abraços e até!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Para quem curto o estilo literário, o livro parece bem interessante, a história da protagonista com seu passado tortuoso, causa curiosidade.

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu adoro livros que possuem narração intercalada entre os personagens, mas confesso que esse não chamou a minha atenção, achei a premissa bacana, mas não é algo que me animou.

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oie, Carol.
    Não conhecia o livro, mas já fiquei encantada e muito curiosa para ler.
    Querendo muito saber qual o mistério do passado da Evy.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Oi Carol!
    Nhammm.... Esse não é o tipo de livro que me atrai... Não leria ele, apesar da sua resenha ter me deixado curiosa hahahaja
    Beijos

    Lumartinho.Blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Esse livro não me atraiu muito, mais até que a premissa dele segura bem a onda do galã! Acabei me interessando!
    Bjs
    Mila-Scraplivros

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    New Adult é um gênero que vem crescendo muito no mercado brasileiro, e parece que quanto mais cresce mais fica clichê. Esse livro não me atrai nem um pouco, tanto pelo gênero que eu não gosto quanto pela premissa que não me cativou em nenhum momento.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Não é uma leitura que me atraiu, mas por ser um livro independente acho que é uma leitura fundamental para dar apoio ao autor.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Não curto romances apimentados, além do mais essa proposta não tem nada de inovador, apenas
    'mais do mesmo', uma leitura que dispenso.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  15. Pera que esse NA pegou no meu ponto fraco, Italianos... Ai ai, quero muito ler esse livro, parece ser ótimo mesmo.

    ResponderExcluir
  16. Apesar de não ter achada a trama tão atraente, só esse suspense de saber o passado do personagem me deixou curiosa para conferir a trama, rsrs.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Eu conheço a autora desde que ela começou no Nyah, agora finalmente ela está fazendo sucesso, e nada mais justo do que isso.
    Parabéns pela resenha, o livro deve ser incrível.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  18. Gosto bastante de livros do genero, e nem me importo quando alguns acontecimentos presentes no livro seja considerados clichês (e que acontecem e boa parte de livros assim), mas o enredo como um todo me lembra alguma coisa que já li, por isso não tenho certeza se leria esse

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Apesar de ter gostado da resenha, acho que não leria o livro, não me chamou a atenção... então essa dica eu vou deixar passar.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Nós conte a sua opinião sobre o assunto :)