quarta-feira, 20 de julho de 2016

Resenha do livro: Cante para eu dormir

Cante Para Eu DormirTítulo: Cante para eu dormir
Autor (a): Angela Morrison
Número de páginas: 352
Ano: 2014
Nota: 
Sinopse: Cante para eu dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bulling e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando a milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles. A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.


Pega dois grandes clichês e personagens cativantes. Temos a história.

Beth é a menina feia, mas tão feia que fez com que seu pai se separasse de sua mãe por ter dado a luz a um bebê extremamente feio.

A menina cresceu com complexo de inferioridade, com o pensamento de que ninguém nunca vai gostar dela por ser feia. E ainda tem o bullying que sofre dos garotos da escola.

Apresar da aparência ela tem uma voz incrível e faz uso dela participando do coral da escola e de um coral só para meninas, fora da escola. É com uma oportunidade de mostrar melhor o seu talento dentro do coral que a sua sorte começa a mudar. Ela vira o projeto da menina rica do coral, para se tornar uma pessoa apresentável para a grande oportunidade que elas conseguiram no campeonato de coros.

No campeonato ela conhece Derek, um garoto do coro de meninos rival e que está louco para conhecer a dona da voz que canta a música que ele coloca todas as noites para dormir.

O começo do livro é bem clichê, o primeiro grande clichê, menina feia que fica bonita. Eu tenho que confessar uma quedinha por livros desse tipo, mas a forma que a autora escreve me deixou impulsionada a devorar o livro, a querer saber cada vez mais sobre essa menina feia que está em processo de aceitação. Me identifiquei bastante com a Beth.

Ela tem um melhor amigo que sempre está por perto e se importa com ela, porém quando ela conhece o Derek eu me apaixonei por ele assim como ela. Mesmo desconfiando de algumas atitudes dele, eu gostei muito da forma que ele tratou ela.

Chorei muito por ter me apegado aos personagens. A autora nos transporta para dentro do livro como telespectadores invisíveis, nos coloca na pele dos personagens. Chorei horrores, sem exageros, no segundo clichê do momento. Mas valeu a pena, um dos livros mais lindos que já.

O personagem Derek é inspirado em alguém real que teve momentos que estão no livro e momentos que foram inventados pela autora. Quando você acaba de ler o livro e vê a nota. Se acaba de chorar mais uma vez. Foi o que aconteceu comigo. Tem algumas fotos do menino que inspirou o Derek e uma breve explicação da autora nos agradecimentos, se não me engano, sobre os acontecimentos real e literário.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós conte a sua opinião sobre o assunto :)